Pular para o conteúdo principal

Em branco

Um papel em branco. Na verdade não há um papel, há, isso sim, uma tela em branco. Mas, pensando bem, também não é bem isso. Afinal, a tela não está tão branca assim. Desenhos, símbolos, letras, linhas e pequenas palavras preenchem a moldura cinza e fria. Não falta alguma coisa? Ou será uma obra pós-moderna, onde todas as possibilidades são possíveis? O branco pelo branco, espaço de toda ou nenhuma idéia? Abstração demais! Abstração de uma mente tingida por um branco total. Mas não o branco de nenhuma, e sim o de todas as idéias! O branco das coisas que ainda não foram escritas e flutuam na atmosfera de uma segunda-feira nublada. O céu também está branco e as nuvens encobrem letras, palavras e idéias. Amor, sim, sonho, amarelo, hora, chuva, não, ontem, trabalho, fome, azul, cultura, sol, amanhã, adoro, agora, música, amigo, encontro, talvez, dança, férias, mar, saudade, namoro, vida. Palavras... Sentimentos de uma segunda-feira branca.

Comentários