Pular para o conteúdo principal

O novo

Quero que 2005 seja um ano intenso! Saúde, paz, amor e felicidade? Claro! Afinal, preciso e desejo tudo isso. Mas quero também a novidade, o movimento. Quero sentir, muitas vezes ao longo dos próximos doze meses, o sabor de um primeiro beijo, o prazer do sexo feito com emoção, o sal do mar na minha pele, a emoção de uma estréia. Nos próximos 365 dias, espero ficar cara-a-cara com o novo, conviver com o inédito, experimentar o diferente, descobrir o desconhecido, rever o que é familiar e reviver, de outra forma, o inesquecível. O que já se foi, deixarei lá no passado, enterrando e bebendo os mortos para viver o futuro a cada dia. Estou disposta a rever conceitos, desfazer nós e celebrar, com alegria, todos os começos e fins. E espero que eles sejam muitos, pois preciso de intensidade tanto quanto de felicidade. Vou tirar a vida para dançar, rodopiar pelo salão, despertar e viver paixões e amar como se fosse a primeira e a última vez.

Comentários