Pular para o conteúdo principal

Flor amarela

Na beira da estrada vi uma flor amarela. Nascida do nada, resistente a tudo. Parei diante dela e sorri. Com reverência abaixei-me para vê-la mais de perto. Sob minha sombra, a intensidade da cor e a suavidade das pétalas ressaltaram, saltaram. Amarelas. Intensas. Vivas. Diante de meus olhos cansados estava o ouro da vida. Resistência e beleza, apesar das dificuldades e além das adversidades. Me levantei com disposição e, amarela, segui meu caminho.

Comentários

Maira disse…
Gostei muito...texto que me lembrou Clarice...
Ha muito tempo nao deixo um comentario, mas continuo sempre te lendo e me deliciando...
Saudades e um beijo enorme da sua fa numero 1.
Marcia disse…
Enfim, encontro alguem que sabe, instintiva e delicadamente, a forca e a paz do amarelo. Essa cor tantas vezes julgada esmaecida, adoentada, sem brilho. Associada a tudo que e penoso.
O amarelo, minha cor favorita. Preferida pra tudo: roupas, flores, aderecos, paredes etc.
Sou amarela por natureza. Eu vivo o amarelo e suas variacoes.
Felizes das flores amarelas, fortes e bravas, que a tudo resistem.
Bjks
Marcia.