Pular para o conteúdo principal

Futuro presente

Ansiedade, frio na barriga, sono agitado e horas que parecem nunca passar. Assim têm sido meus dias. Dias de espera. Mas afinal, o que eu espero? Um algo vago, perdido no tempo que não foi porque ainda não é. Não sei o que espero, mas espero. Ou talvez, ao invés de esperar, esteja eu sendo esperada. Nesse caso, seriam os meus dias, dias de sentimentos antecipados. Pressentimento. Dias marcados por uma percepção clara, embora pouco compreendida, do que está por vir. Intuição. Será então que um acontecimento importante me aguarda logo ali na curva do dia de amanhã? Um amanhã que hoje, para mim, parece o dia de uma grande viagem, de um reencontro muito esperado, de uma conquista importante, de um crepúsculo matutino esplendoroso após longos dias de tempestade. Será? O que será que será? Espero (afinal, eu espero mesmo) que seja o pretérito imperfeito transformado em um futuro presente mais que feliz.

Comentários

Marcia disse…
Te ler e um delirio, Roberta.
Veja, sabe o que eu acho?
Que o seu "Futuro Presente" e apenas um presente que vc nos da, enquanto pressente o futuro que esta presente em vc. Segundo o meu sabio pai, o tempo e algo que inventamos so pra complicar a vida, pois tudo acontece o tempo todo e se repete. O que equivale dizer, que seu futuro ja aconteceu e esta acontecendo!
Como eu disse, presente e ler o que vc escreve!
Hariel D. Noone disse…
Olá, querida! Tudo bem? Tenho que admitir que concordo com a Márcia: o futuro está acontecendo e somos nós quem o fazemos... Presente é ler o que você escreve, de verdade.
Admiro e muito a sua capacidade de dizer tanto com tão poucas palavras... Palavras escolhidas com cuidado proque não poderiam ser substituídas por nenhuma outra. Parabéns... Você merece.
Queria aproveitar para, pela primeira (e provavelmente única) vez te convidar a ir no meu blog porque, finalmente, postei um texto meu e gostaria que você fosse lá para ler e me dar a sua opinião.
Narrativas curtas não são o meu forte, visto que escrevo romances imensos mas dei o meu melhor. Espero que goste.
Me visite quando puder, ok?
Beijos da sua amiga de letras. Muita paz, luz e harmonia em seu caminho. Sorte no que estiver fazendo.
Anônimo disse…
Mauro Cassane
mpulp@hotmail.com

Tenho um pouco de medo de pensar no futuro, e sequer penso muito no passado, muitas vezes tento esquecer que estou no presente e assim a gente se distancia. Bem, que se dane, não vim aqui pra filosofar em cima de sua viagem. Mas para comentar, pois abre-se uma janela aqui pra gente comentar, que gosto do seu jeito de escrever. Aliás, acho que um dia precisamos nos encontrar...eu, vc e a Hariel...
bjs