Pular para o conteúdo principal

Amigos

Talvez eu seja uma romântica incurável. Apesar e/ou além de tudo, acredito no amor em todas as suas formas e especialmente nesse amor que nos leva a sentir em alguém um amigo. Alguém que, sei, a vida pode até levar por caminhos distantes, mas que nunca será apenas um figurante em uma fotografia velha.

Alguém que me traz lembranças boas e me faz sentir saudade de tempos que já passaram, mas que continua presente, mesmo quando a distância física se torna enorme. Que não me entende o tempo todo, porque em muitos momentos eu sou mesmo incompreensível, e que não concorda sempre comigo, afinal eu erro.

Alguém que acompanha inícios e fins de rolos, namoros e casamentos. Que vibra com meus sucessos e que lamenta minhas derrotas sem, no entanto, me deixar desanimar. Que me ajuda a ver a vida com bons olhos e, sobretudo, que espera tudo isso de mim também. Fácil? Não. Eu mesma tenho poucos, mas é o que recebo deles que me permite ser romântica e acreditar no amor.

Comentários