Pular para o conteúdo principal

Saudade

Visitar alguns lugares é como fazer uma viagem, pessoal ou histórica, no tempo. Naquela construção antiga as viagens foram dos dois tipos. A história do Brasil e a minha impregnadas na fachada branca, no assoalho de madeira e nas pedras do pátio interno. Sentei-me na mesma mesa do mesmo bistrô, fiz o mesmo pedido e fiquei passeando pelo tempo passado até que as lembranças começaram a perder o sabor doce. Antes de sentir o gosto amargo de lamentar o que já se foi, resolvi ir. Fui ver uma exposição sobre a obra de Dorival Caymmi. Entre 80 composições dele, a primeira que vi, ouvi e senti foi Saudade.


Saudade

"Tudo acontece na vida
Tudo acontece a todos nós
Sempre uma dor, um ai de amor
E de um infeliz se ouve a voz, ai...
Sinto saudades, tristezas,
Bem dentro de mim,
Coisas passadas, já mortas
Que tiveram fim
Tenho olhos parados
Perdidos, distantes,
Como se a vida me fora
O que era antes
Cartas, palavras, notícias,
Não vem sequer,
E a certeza me diz
Que ela era meu bem.
O que dói profundamente
É saber que infelizmente
A vida é aquilo que a gente não quer"

(Fernando Lobo e Dorival Caymmi)

Comentários