Pular para o conteúdo principal

A ventania

"Assovia o vento dentro de mim. Estou despido. Dono de nada, dono de ninguém, nem mesmo dono de minhas certezas, sou minha cara contra o vento, a contravento, e sou o vento que bate em minha cara."

(O Livro dos Abraços - Eduardo Galeano)

Comentários

Renata (Rida) disse…
Contra tudo? Contra todos? Não...
Sempre a favor de mim.

Um grande abraço, Roberta, e obrigada pela visita em meu blog!
Hariel D. Noone disse…
Olá, querida amiga! Passei aqui para te deixar um oi porque estou morrendo de saudade! Faz tempo que não apareço por conta do trabalho, mas estou sempre pensando em você.

Desejo que esteja muito bem, que continue escrevendo esses lindos textos e que esteja realizada na sua vida. Farei o possível para vir mais vezes e também não deixe de me visitar, certo?

Te adoro de montão. Se cuida.