Pular para o conteúdo principal

Forte e amargo

Forte e amargo. Fazendo um café para aquecer a tarde fria, lembrei de você. Eu, que não tomava café, tenho agora esse hábito tão seu. Tomei-o tantas vezes com você que terminei por tomá-lo de você, mesmo sem você. Mais um hábito seu que agora é meu também. Não tenho mais recato ou pudor de reconhecer que fui como a criança que tenta ser como quem admira. É bom ser infantil quando não se é mais criança. Tão lindo e querido você... Lembrado no café sem açúcar e também no jazz que agora escuto com mais freqüência, no vinho que tento escolher com mais cuidado. Admirado nos comentários sobre livros que eu desconhecia mas que agora estão em novas prateleiras nas velhas paredes. Encantador escrevendo, se deixando iluminar pela paixão pelas palavras que agora também me seduzem. Agora também eu escrevo e minhas palavras ainda são para você. Sem você, fico um pouco com você. Como você. Aceita uma xícara? Bem forte e um tanto amargo.

Comentários

Kah disse…
Saudades daqui!!!Como é bom adquirir hábitos de quem se ama, melhor ainda dividí-los com ele...Tudo de lindo prá você, e ele!!!Beijos!!!!