Pular para o conteúdo principal

Manhã de sonho

Acordou com vontade de pão quente e suco de laranja. Era o começo de um dia como outro qualquer mas, ao invés do branco leite de todos os dias, arrumou com cores a mesa. No prato, flores, no copo, brilho, no pão, manteiga, na mesa, lembranças. Esquecido na cama ainda desfeita, um sonho. Razão quase esquecida para começar diferente um dia que, depois, poderia ser como outro qualquer. Depois. Antes estava o sonho e estava no sonho o reencontro com ele. Eles. Era com vontade de pão quente e suco de laranja que se despediam das noites passadas juntos.

Comentários