Pular para o conteúdo principal

Por aí

Falta pouco para completar um mês no trabalho atual. Depois de um ano como assessora de imprensa, tirei dois meses de férias e voltei à ativa em outra função. Fui contratada para produzir conteúdo para portais de educação e, principalmente, para um portal e um blog sobre a dengue. Sim, isso mesmo, a doença que todo verão assusta o Rio de Janeiro.

Com a experiência que já tive produzindo conteúdo, um pouco para internet e muito para veículos impressos segmentados, pressenti uma rotina de escritório e ar condicionado. Pressentimento errado, eu logo percebi. Aliás, percebemos todos. Há duas semanas foi criada uma pesquisa no blog da agência com a pergunta: onde deve ser a próxima pauta da Roberta?

Em menos de um mês de trabalho eu já fui longe, geograficamente falando. Logo os primeiros passos me levaram ao Piscinão de Ramos. Foi lá, sob sol forte e calor intenso que passei o primeiro domingo depois das férias prolongadas. Bloco em uma mão, câmera em outra e a caneta... Onde está a caneta?

Entre as idas e voltas diárias da Urca, onde fica o escritório, passei uma tarde no Cachambi. Com bloco e câmera em mãos e a caneta, desta vez devidamente guardada no bolso, pude assistir a uma apresentação exclusiva da bateria da escola de samba Unidos do Cabral. Fevereiro e carnaval, tudo a ver! Falta o que mais? Futebol!

Mais um fim de semana, mais um destino. Domingo, eu fui ao Maracanã. Mas não uma ida como outra qualquer. Antes da arquibancada, das torcidas organizadas e do clássico do Campeonato Carioca, coloquei o meu pé no gramado. Momento pessoal histórico devidamente registrado. A câmera estava mesmo à mão...

Mas como nem só de Maracanã são feitos os domingos e como de múltiplos destinos é feita a minha não rotina, na semana seguinte foi a vez da praia de Ipanema. Se atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu, tive que estar atrás, na frente, em cima, do lado... Vendo e registrando todos os ângulos do desfile do AfroReggae.

Muitas fotos e alguns quilômetros depois, eu estou, ao menos até o próximo fim de semana, de volta à bucólica Urca. De volta também à pergunta do blog: onde será a próxima pauta? Desconfio que a pesquisa foi uma piada... Acho graça porque eles parecem mais surpresos do que eu, mas, para mim, as andanças são, na verdade, histórias para contar. Por contar...

Comentários