Pular para o conteúdo principal

Despedida

Nunca teve sensações ou certezas definitivas. Nunca teve certeza de que não voltaria a um lugar. Nunca sentiu que não sentiria novamente uma emoção ou uma dor. Nunca, nem agora, teve a sensação de que não voltaria a ver alguém.

Não estava certa que não voltaria a vê-lo. Tampouco tinha certeza de que o veria novamente. Mas sabia, naquele momento era somente isso que sabia, que ao fechar aquela porta e descer aquela escada estava se despedindo.

Nenhuma palavra. Nenhuma dúvida sobre agora. Mas e depois? Chegou à rua sem saber como seria depois. Depois agora seria antes e agora era o antes de quase agora que já lhe fazia sentir saudade.

Comentários