Pular para o conteúdo principal

Intermitentes. As ideias, as palavras e eu

Elas estão ali, sei que estão. Sinto a companhia delas, mas, por algum motivo que desconheço, brincam de se esconder e se revelar para mim. Intermitentes. Aparecem para depois parecer desaparecer. Mas não desaparecem, estão ali, eu sei. Mesmo que não saiba exatamente onde, eu sei, estão sempre ali. Mesmo quando parecem terem desistido de mim, mesmo quando parecem querer me fazer desistir delas. Ideias e palavras. Escrita. Intermitente nas intermitências destas que me acompanham mesmo quando eu penso já não tê-las. Talvez elas que me tenham. Talvez seja eu que, por algum motivo que desconheço, pareça desaparecer, pareça querer fazer elas desistirem de mim. Mas não desistimos, nem eu, nem as ideias e nem as palavras. Estamos aqui, embora eu nunca saiba quando. Intermitentes. As ideias, as palavras e a escrita minha. Eu.

Comentários